2 de janeiro de 2014

You're the one I love.

Eu gostaria muito de ser uma daquelas pessoas que têm tudo resolvido. Que sabem quem são, e o que querem, e onde estão. Que se sentem no caminho certo. Que sabem quem são as pessoas que amam e que as amam de volta. Que têm uma vida intensamente bela e são intensamente ávidos por buscar cada dia. Mas eu não sou eu não podia estar mais perdida. Meus planos parecer se perder numa cascata de pensamentos, de sentimentos, que eu nem sei bem da onde vêm. Tem sido difícil conciliar. As coisas já não passam aos meus olhos com clareza. E tudo que eu consigo pensar é que: eu quero ser feliz.
De todos os caminhos que eu tenho tentado trilhar pra chegar a isso, nenhum deu pra chegar até o fim. Eu não tenho certeza por onde ir pra chegar lá. E começo a acreditar que talvez seja verdade que a felicidade não é um lugar pra se chegar, ela é o caminho. E hoje, nesse momento, tudo pode começar a se transformar mágico. não porque é ano novo, ou porque algo fantástico aconteceu, aliás, aconteceu sim. Eu acordei hoje com todas as possibilidades do mundo. Eu não sou aquela pessoa que eu citei acima, mas nada me diz que eu não possa me tornar, e que talvez se eu parar de procurar qual é o lugar certo pra estar eu descubra que o lugar certo é aqui: o agora. É onde tudo se cria. E que eu só preciso ser feliz agora. Se eu sempre for feliz "agora", então não há futuro que faça eu me preocupar.
Acho que sim, eu estou no lugar certo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Opiniões formadas